Quero Receber Novidades

Saiba quando tem post novo

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Livros: "Pai rico, pai pobre"



Bom, eu sempre fui um tipo de pessoa que sempre gostou muito de ler. No entanto, as minhas leituras sempre foram mais focadas em ficções e coisas do gênero. No início desse ano, surgiu uma liga de investimentos na faculdade e apareceu esse tal "pai rico pai pobre" como uma leitura inicial para os ingressantes à liga. Nunca fui muito de acreditar em livros de auto ajuda e achava que esse era do gênero, mas acabei decidindo ler.
Tive que dar o braço a torcer, o livro realmente era muito bom. Não no sentindo de te indicar quais investimentos fazer ou uma forma milagrosa de ficar rico, mas sim de como abrir a sua cabeça para duas palavras: Passivos e Ativos.
Esse livro mostra o exemplo da vida real, de como as pessoas compram dívidas (passivos) que só aumentam e consomem os nossos salários ao invés de adquirir ativos. Poxa, mas o que são ativos? 
É aquilo que te gera dinheiro, que não te consuma dinheiro ou até que consuma num curto prazo mas que tenha um retorno bom no médio/longo prazo.


A partir disso, eu comecei a dar valor as rentabilidades. Parei de deixar dinheiro na conta parado, dinheiro foi feito pra rodar/girar. E que o quanto antes você adquirir essa mentalidade, mais rápido você pode ficar rico ou obter alguma meta que almeja. Os exemplos que ele cita no livro, são quase que inviáveis aqui no Brasil, ele (Robert) gosta muito de imóveis. Só que não sei quem pôde visitar ou morar nos EUA por um tempo e acaba descobrindo que burocracia lá não é igual a daqui, os juros de lá não são igual aos daqui. Lá você pode financiar uma casa e realmente pagar UMA casa e não pagar DUAS/TRÊS igual nós pagamos pelos altos juros. Eu li (não sei se é verdade) que lá eles financiam algumas coisas de valor alto(ex: fornecedores para empresa) até com cartão de crédito, até porque juros de 16%a.a  são bem diferentes dos 300%a.a daqui.  
Mas em si, ele te mostra que você tem que abrir sua cabeça e buscar coisas que te fazem ganhar dinheiro. Eu depois disso me interessei e busquei aprender sobre tesouro direto e ações especificamente, comecei a ler alguns blogs de investimentos e por fim pus meu dinheiro para "rolo".
Atualmente, não tenho uma renda (estudante e desempregado =/  ), mas o pouco que arrumo já dou um jeito de colocar pra render em alguma coisa. Pode parecer pouco algumas vezes, meus meros 10reais em dividendos, mas o primeiro passo eu já dei que foi COMEÇAR! Fato que irei errar e acertar nos investimentos, mas já estabeleci que vou ter uma cultura poupadora. Não digo ser pão duro, deixar de sair e etc. Mas sim estudar melhor as situações ao redor, buscar as melhores opções, arriscar quando possível em alguma oportunidade que aparecer. E assim, agora  foram 10 reais em dividendos, mas devagar quero chegar longe. Estabeleci metas palpáveis, mas que ao mesmo tempo me instiguem a conseguir, e se tudo der certo conseguirei a independência financeira.
Ficou meio longo o texto, mas é que esse livro realmente merece destaque
Abraços


8 comentários:

  1. Este livro é fantástico, não é auto-ajuda mas finanças pessoais.
    Tudo é questão de fluxo de caixa. Se a grana está entrando ou saindo de seu bolso.
    Por exemplo quando você faz uma ligação, imagine dinheiro saindo de seu bolso e caindo no bolso dos acionistas e do governo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, sim. Eu disse que num primeiro momento achei que era de autoajuda e talz. Mas assim, esse livro é um tapa na nossa cara pra podermos acordar. Isso foi pra mim, acredito que algumas pessoas devem ler e não deve fazer diferença. Eu sei que para mim foi um divisor de águas, do tipo que agora eu penso "eu tenho que mudar meu jeito e tentar fazer grana e fazer essa grana trabalhar pra mim o quanto antes"

      Excluir
  2. Muito bom livro. Estou quase terminando e gostei muito.
    Realmente é uma quebra pensamentos e abre muito a cabeça. Sensacional.
    Recomendei pra todos que conheço e poucos tiveram o interesse de ler hahahahaha Infelizmente as pessoas se preocupam mais com futebol do que com seu próprio conhecimento financeiro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é cara, algumas pessoas passam o olho no livro e não absorvem nada. Eu vi no seu blog que você tb tá no início, mas é isso o importante é começar msm que com pouco. Se você ta lendo e tá sentindo que tem que mudar isso já é muito bom!
      No resto, boa sorte pra gente que estamos bem no início dessa jornada
      abc

      Excluir
  3. Dividendos for life,

    Para quem está começando, “Pai Rico, Pai Pobre” é um excelente livro, que abre muito a mente.

    Parabéns por ter saído da corrida de ratos, e ter iniciado sua jornada em busca da independência financeira.

    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  4. Opa águia, e é isso mesmo. Tentar sair dessa corrida de ratos, pode ser que num primeiro momento ocorra perdas mas com as falhas tb vem experiencia para poder melhorar. Concordo que é muito bom pro iniciante, pq com o tempo você acha livros muito bons de investimentos mais específicos, esse acho que é mais pra você enxergar que está fazendo algo errado e que tem que mudar.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns.
    Esse livro é um clássico. Foi um dos primeiros que li sobre o assunto.
    Abraco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu primeiro em matéria de investimentos tb, dps aprofundei mais com peter lynch, investidor inteligente e to pra ler startup enxuta e sonho grande ainda
      obs: ta add aqui agora nos parceiros

      Excluir